100%

Notícias

Câmara retorna aos trabalhos do período legislativo 2018
Câmara retorna aos trabalhos do período legislativo 2018

Nesta sexta-feira dia 02/02, às 10h00 horas a Câmara de Vereadores iniciou os trabalhos do período legislativo 2018 com sessão ordinária. A Mesa Diretora do Legislativo para o período de 2018 é composta pelos vereadores: Sadi José Liston – presidente, Cesar Jose da Silva - vice-presidente, Adriano Jonatas Dallagnol -1º Secretário, Clênio José Razera - 2º Secretário.

Contorno Viário Sul está mais próximo
Contorno Viário Sul está mais próximo

No último dia 27, durante a 20ª edição do Itaipu Rural Show, o vereador Leonir Luiz Bettanin, coordenador da Comissão constituída para acompanhar os desdobramentos do projeto de implantação de um contorno viário que ligará a BR 282 até a SC 160, acompanhado de lideranças locais e regionais, entregou ao governador em exercício Eduardo Pinho Moreira, documentos que justificam a necessidade e a importância desta obra, bem como pedido de audiência para tratar da participação financeira do Estado.

Quinta sessão extraordinária do legislativo Pinhalense
Quinta sessão extraordinária do legislativo Pinhalense

Nesta terça-feira, dia 12/12, às 18h30min, a Câmara de Vereadores realizou a quinta sessão extraordinária, da 14ª Legislatura, período 2017.

Em pauta nesta seção para debate e segunda votação o Projeto de Lei n.º 023/2017, de autoria do Poder Executivo que, “Estima a receita e fixa as despesas do município de Pinhalzinho para o exercício 2018”. O Orçamento do município de Pinhalzinho para o exercício financeiro de 2018, estima uma receita e fixa as despesas, ambas em R$ 78.300,000,00. Com parecer favorável a aprovação da Comissão de Finanças e Orçamento, o projeto foi a plenário e em segunda votação foi aprovado por unanimidade.

Fonte: Assessoria de imprensa/Câmara de Vereadores.

Quadragésima segunda sessão ordinária do legislativo Pinhalense
Quadragésima segunda sessão ordinária do legislativo Pinhalense

                    Nesta segunda-feira, dia 11/12, às 19h00m, a Câmara de Vereadores, realizou a quadragésima segunda sessão ordinária, da 14ª Legislatura, período 2017.
 
                    Para está sessão, a pauta foi exclusiva para debater e votar o Projeto de Lei n.º 023/2017, de autoria do Poder Executivo que, “Estima a receita e fixa as despesas do município de Pinhalzinho para o exercício 2018”. O Orçamento do município de Pinhalzinho para o exercício financeiro de 2018, estima uma receita e fixa as despesas, ambas em R$ 78.300,000,00. Após tramitar na Comissão de Finanças e Orçamento para análise e com parecer favorável, os Vereadores debateram, fizeram apontamentos. Bettanin colocou o projeto em primeira votação, sendo aprovado por unanimidade.
 
                    Informamos a comunidade Pinhalense que devido a problemas ocorridos no Sistema Softcam, com o qual transmitimos as sessões da TV Câmara, a sessão 42ª não teve transmissão. O sistema já foi reestabelecido e voltamos a operar normalmente. Convidamos todos para hoje (12/12/17), 19 horas acompanhar a quinta sessão extraordinária.
 
Fonte: Assessoria de imprensa/Câmara de Vereadores de Pinhalzinho.

Legislativo Pinhalense realiza a quarta sessão extraordinária
 Legislativo Pinhalense realiza a quarta sessão extraordinária

Nesta sexta-feira, dia 08/12, às 18h30min, a Câmara de Vereadores realizou a quarta sessão extraordinária, da 14ª Legislatura, período 2017.

Em pauta nesta seção para debate e segunda votação o Projeto de Lei n.º 022/2017, de autoria do Poder Executivo que, “Dispõe sobre as diretrizes para a elaboração da Lei Orçamentaria para o exercício 2018 e dá outras providencias”. Com objetivo de atender à exigência da Lei prevista na Constituição Federal de 1988, e disciplinada pela Lei Complementar n.º 101/2000, Lei de Responsabilidade Fiscal. O Projeto de lei 022/17 serve de parâmetro para a elaboração do orçamento anual para o exercício 2018. A pós tramite do projeto na Comissão de Finanças e Orçamento, que emitiu parecer favorável à aprovação com emendas, uma supressiva e uma retificativa, o projeto foi debatido e votado, sendo aprovado por unanimidade.

Fonte: Assessoria de imprensa/Câmara de Vereadores – Elisabete Signorati.